• Kindred – Laços de Sangue, de Octavia Butler

    Resenha por Janaina Toledo
    424 páginas
    Editora Morro Branco
    Publicado em 2017

    Resenha com chá é o nome do nosso novo quadro que será publicado toda quinta-feira como dica de leitura para o fim de semana. A responsável pelas resenhas é a Janaina Toledo. E essas dicas foram preparadas com muito carinho para tornar o seu momento brilhante com Chá do Sol ainda mais gostoso.

    Existem algumas discussões que parecem nunca terminar, concorda? Vem ano, vai ano, e algumas ideias, opiniões e assuntos voltam para o hanking de mais falados. Nessa primeira resenha, quero colocar um livro que traz um desses temas bastante falado de tempos em tempos.

    Kindred – Laços de Sangue

    No livro, Octavia Butler conta a história de Dana, uma escritora, casada e que está de mudança para um novo apartamento. Em pleno aniversário de 26 anos, em meio a pilha de livros e caixas ainda não organizados, ela se sente tonta, cai e, de repente, se vê em uma floresta próximo a um rio, onde um garoto se afoga.

    Após tentar resolver a situação ao mesmo tempo que tenta entender o que aconteceu, num piscar de olhos, ela volta ao seu apartamento como se o tempo não tivesse passado, mas ela carrega marcas da outra realidade.

    É o episódio mais assustador de sua vida, até que acontece de novo. E novamente. E repetidas vezes ela volta a Maryland, no século XIX, pré-Guerra Civil, um lugar e uma época muito perigosos para uma mulher negra e sozinha. Mas Dana ainda vai tentar entender os motivos dessas “viagens” estranhas e como se livrar delas.

    Genêro literário

    Se você se interessa um pouco por História, o livro classificado como ficção científica tem muitos elementos e características muito peculiares da época.Isso somado à narrativa de Octavia Butler torna tudo muito vivo para a imaginação do leitor. É como se assistisse cenas de uma realidade passada.

    Mas para os leitores não tanto interessados em História, o livro é uma distopia intensa, cheia de cenas tensas, intensas e de muito suspense. Dá pra perder o fôlego por vários momentos. É impossível terminar a leitura sem nenhum tipo de abalo emocional, ou de mudança de opinião.